Novas áreas para o personal trainer

25 de outubro de 2019

A sociedade em geral está cada vez mais preocupada em ter uma vida saudável, combinando uma boa alimentação com a prática de exercícios. Por essa razão, as academias se multiplicam. Mas a verdade é que muitas pessoas estão à procura de um serviço personalizado e diferenciado. De fato, não há momento melhor para ser personal trainer.

Neste blog, nós vamos falar sobre algumas opções bem interessantes para esse profissional. O mercado apresenta novidades que valem a pena conferir! E, com a concorrência cada vez maior, apresentar um diferencial é determinante.

Criar obstáculos e circuitos próprios

As academias estão se diversificando e a prática tradicional de exercício passou a ser uma das muitas opções oferecidas. Porém, entre as novidades, estão também as academias voltadas especificamente para um único serviço: o treinamento em circuito.

Trata-se de uma forma mais dinâmica de se fazer exercícios, na qual os alunos não se entendiam tão facilmente e ainda aumentam sua frequência cardíaca e fortalecem seus músculos. Para o personal trainer em busca de novidade e que quer atrair mais clientes, essa é a escolha certa.

Esse treinamento funciona a partir de um circuito, com obstáculos, criado pelo personal trainer, e que é percorrido pelos alunos. Eles realizam exercícios e repetições cronometradas e com descanso mínimo, até que o circuito seja concluído. Existem várias maneiras de construir um circuito, mas normalmente eles contêm exercícios com movimentos variados, para acionar diferentes partes do corpo. podendo ser voltado para a melhoria cardiovascular, da força, da mobilidade etc.

Colocar essa ideia em prática é muito simples, basta ter espaço. A necessidade por equipamentos é mínima: muito diferente das academias comuns que necessitam de bastante investimento. O circuito pode ser montado com pesos, kettlebells, caixas, TRX, entre outros equipamentos. Mas a notícia boa é que, em muitos casos, apenas com o peso corporal já é possível fazer bastante coisa.

Os circuitos podem ser uma maneira fantástica de envolver várias pessoas. Trazendo, consequentemente, um bom rendimento para o personal trainer!

personal trainer
Imagem: Shutterstock

Personal Trainers especializados

Os personal trainers precisam se tornar mais especializados para ampliar as possibilidades da sua carreira e se destacarem em um mercado cada vez mais competitivo. Desse jeito você pode ser de maior ajuda aos seus alunos e eles vão passar a confiar mais no seu trabalho. Clientes satisfeitos são ótimos para atrair um público cada vez maior.

Então, procure obter a certificação em uma nova área de especialidade relacionada ao seu trabalho. Uma boa alternativa é dedicar-se à nutrição, por exemplo. Assim você poderá oferecer aos seus clientes um serviço ainda melhor e mais personalizado, ajudando-os a fazer escolhas alimentares melhores e que se adequem aos seus objetivos e necessidades. Outra opção é ser especialista em exercícios corretivos. Com isso, você será um personal trainer voltado para auxiliar alunos que necessitam de uma orientação específica por causa de lesões ou outras disfunções.

Ter uma formação continuada é essencial. Assim você continua a levar novidade para os seus alunos. Outras idéias incluem exercícios como terapia, condicionamento físico sênior, condicionamento físico para jovens, nutrição esportiva e liberação miofascial – técnica que pede um pouco mais da nossa atenção:

Ofereça liberação miofascial

Os personal trainers que se destacam deixaram de simplesmente levar seus alunos a realizar exercícios de alta intensidade até que seus músculos não aguentem mais. O que é valorizado agora são treinadores que proporcionam séries de movimentos sem dor, além de também proporcionar o aprimoramento do bem-estar mental do cliente.

Mas será que isso é possível?

A resposta é sim, e está na liberação miofascial. O processo de liberação miofascial é utilizado para a prevenção e tratamento de lesões. Para o personal trainer isso é interessante por permitir que o aluno tenha uma rotina de treinamento ininterrupta e sem dor, já que o método retira a tensão acumulado.

Além disso, a liberação miofascial garante que a mobilidade adequada seja mantida, assim como a flexibilidade do corpo. Esses fatores, por sua vez, são essenciais para que o praticante de atividade física permaneça ileso ao realizar movimentos.

É importante lembrar, no entanto, que a aplicação da técnica deve visar somente a recuperação e prevenção. Caso o aluno esteja lesionado, ele deve ser acompanho por um fisioterapueta qualificado.

Acesse este texto se estiver interessado em saber mais sobre a técnica!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *